domingo, 15 de junho de 2014

MÚSICA EM SALA DE AULA

Usando o rock nacional nas aulas de História
  

   Nos últimos tempos as concepções pedagógicas sobre o ensino de História têm avançado bastante. A interação entre desenvolvimento tecnológico e educação tem sido um dos mecanismos de inovação e a presença das músicas em sala de aula é um dos elementos que a compõe. A vasta difusão do formato mp3 tem facilitado consideravelmente essa integração entre arte, educação e tecnologia.
   O rock é conhecido por seu caráter contestatório. A influência da cultura afro-americana e a consequente difusão nos bairros operários são elementos determinantes do seu nascimento e desenvolvimento. No Brasil não foi diferente. Mesmo tendo chegado nas décadas de 50 e 60 através de "modinhas", não demorou para que surgissem bandas politizadas, desde as mais famosas até as "undergrounds". O rock nacional de protesto alcançou seu auge na década de 80, feito por pessoas que cresceram durante uma ditadura brutal alinhada aos EUA. O engajamento de artistas da MPB durante a repressão e a "globalização" do rock politizado (primeiramente com os hippies e depois com o movimento punk) influenciariam de maneira determinante artistas como Raul Seixas, Cazuza e Renato Russo.
  A presença do rock nacional na sala de aula cumpre papéis distintos, mas complementares. Leva conhecimento extra através das informações contidas na letra, dinamiza a aula e valoriza a cultura nacional (em grande parte do rock nacional existe uma mistura entre vários ritmos regionais e o rock internacional). Geralmente as músicas possuem temas referentes aos problemas mais atuais, sendo utilizadas de melhor forma nas séries finais do segundo segmento do ensino fundamental e no terceiro ano do ensino médio. Mesmo na discussão sobre outros períodos da história é possível encontrar algumas músicas e em alguns casos as letras referentes aos problemas contemporâneos podem ser usadas para estabelecer a ligação entre o passado e a realidade dos estudantes. Deve-se observar as características da turma antes de escolher uma canção, já que dificilmente um punk ou trash metal será bem recebido se não houver pelo menos um estudante que já curta o estilo, por isso é importante conversar com os estudantes antes, inclusive para que os mesmos possam sugerir alguma música e talvez até levá-la.

Sugestões: Lista de músicas para se usar nas salas de aula de História

- Tempo e História
. Cazuza: O Tempo Não Pára

. Legião Urbana: Tempo Perdido

. Raul Seixas: Eu Nasci há 10 Mil Anos Atrás

- Pré-história
. Pitty: O Lobo

- Feudalismo
. Legião Urbana: Metal Contra as Nuvens

. Paralamas do Sucesso: A Nova Cruz

- Reformas religiosas
. Marcelo Nova: Pastor João e a Igreja Invisível

. Plebe Rude: Sem Deus, Sem Lei 

- Absolutismo
. Garotos Podres: Ditador

 - Expansão marítima e colonização
Questão indígena
. Legião Urbana: Índios

 Drogas
. Garotos Podres: Hino do Álcool

. Legião Urbana: Dado Viciado

. O Rappa: A Feira

- Iluminismo
. Pitty: Reaja

- Revolução Francesa
. Legião Urbana: Idade Média

. Plebe Rude: Até Quando Esperar

- Independência do Brasil
. Cazuza: Brasil

. Gabriel, o Pensador: 500 Anos de Sobrevivência

. Garotos Podres: 7 de Setembro

- Revolução Industrial
. Legião Urbana: Fábrica

. Paralamas do Sucesso: Capitão da Indústria

- Escravidão
Consequências
. O Rappa: Brixton, Bronx ou Baixada

. O Rappa: Todo Camburão Tem um Pouco de Navio Negreiro

Preconceito
. Dead Fish: Mulheres Negras

. Legião Urbana: Strani Amore

- Anarquismo
. Garotos Podres: Anarquia Oi

. Raul Seixas: Sociedade Alternativa

- Comunismo
. Cazuza:Burguesia

. Cazuza: Ideologia

. Dead Fish: Venceremos

. Garotos Podres: A Internacional

- Imperialismo
. Garotos Podres: Yankees Go Home!

. Legião Urbana: Geração Coca-Cola

- República Velha
Messianismo
. Raul Seixas: Um Messias Indeciso

- Primeira Guerra Mundial
. Legião Urbana: Canção do Senhor da Guerra

. Legião Urbana: Soldados

 - Crise Econômica
. Gabriel, o Pensador: A Dança do Desempregado

. Legião Urbana: Fábrica 2

- Fascismo e Nazismo
. Garotos Podres: Liberdade (Onde Está?)

- II Guerra Mundial
. Secos e Molhados: Rosa de Hiroshima

- Populismo e Era Vargas
. Pitty: Admirável Chip Novo

. Titãs: Brasileiro

- Guerra Fria
. Engenheiros do Havaí: Era um Garoto

. O Rappa e Sepultura: Ninguém Regula a América

. Paralamas do Sucesso: Soldado da Paz

- Ditadura Militar
. Garotos Podres: Anistia

. Legião Urbana: 1965 (Duas Tribos)

. Legião Urbana: La Maison Dieu

. Pitty: Cálice

. Raul Seixas: Metrô Linha 743

. Raul Seixas: Mosca na Sopa

- Brasil pós-ditadura
. Dead Fish: MST

. Garotos Podres: Aos Fuzilados da CSN

. Legião Urbana: Que País é Esse?

. Paralamas do Sucesso: Luís Inácio (300 picaretas)

- Conflitos contemporâneos
Fim da História? Não!

. Titãs: KGB

Neoliberalismo
. Dead Fish: Piada Liberal

. Raul Seixas: Aluga-se

Questão palestina
. O Rappa: Território de Israel

. Sepultura: Territory

Guerra do Iraque
. Garotos Podres: Saddam Hussein is Rock "n" roll

. O Rappa: Homem Bomba

CRÉDITOS:

 http://www.gostodeler.com.br/materia/16353/usando_o_rock_nacional_nas_aulas_de_historia.html

2 comentários:

  1. Alessandra parabéns pela sua iniciativa gostei de todas as suas sugestões. Abraços Prof° Carlos

    ResponderExcluir
  2. Tem a banda pré-histórica que toca músicas sobre história voltadas para o ensino fundamental e médio sem o uso de paródias. https://www.youtube.com/watch?v=dtz_jWPMkYE
    https://www.youtube.com/watch?v=EwBhpf1RP4g

    ResponderExcluir

Queridos amigos visitantes...
Deixem aqui um comentário, assim poderei melhorar a cada dia.
Obrigada.
Alessandra